Quanto custa para construir uma pista de skate?

Quanto Custa Para Construir Uma Pista De Skate

Mais um dos muitos textos sobre pistas de skate que escrevo com o objetivo de divulgar informação, e ajudar este nicho do mercado em processo de profissionalização, sobre o quanto custa para construir uma pista de skate (ou patins, bmx e afins)!

Não importa o tipo de pista, seja pista de skate pública , pistas de condominio, ou pista de quintal (cada link aqui é um post específico), as duas questões mais importantes que me deparo nestes projetos de pistas de skate são área disponível e verba para investir.

Percebo que nas pistas de quintal a área disponível normalmente é o mais limitante enquanto nas pistas públicas o fator dinheiro é normalmente o mais restritivo…. (claro, pois espaços que poderiam receber pistas por aí até que existem bastante).

Estes dois fatores caminham juntos…. Claro, quanto maior a pista mais ela vai custar. Mas existem muitos outros detalhes que influem no custo final e esse é o assunto desse post!

Assim como em qualquer construção o investimento total é uma soma de diversos valores menores de mão de obra e material e que pode infelizmente variar muito lá no final.
Mesmo tendo como base um mesmo projeto por exemplo, uma obra pode variar absurdamente seu custo dependendo de fatores como: localização, gestão da mão de obra, local, negociação na aquisição dos materiais e ferramentas (e as respectivas variações de mercado destes), até mesmo fatores climáticos que podem atrasar alguns serviços durante a obra! Imagine então tudo isso sem um projeto bem detalhado e especificado usado como uma base correta para comparações de preço.

É por isso que defendo veementemente a contratação do projeto arquitetônico completo, até a fase de executivo, para diminuir ao máximo essas variações e o chamado “custo surpresa” das obras. Bom, quer saber mais sobre contratação de projeto arquitetônico? Leia neste texto de como e por que contratar um projeto de arquiteto.

Bom, mas quero saber o quanto eu vou gastar antes de contratar o projeto! Tudo bem! Essa é uma das maiores demandas que recebo no escritório e também o motivo desse post… Para isso servem as estimativas de mercado e é o que vou tentar passar aqui.

Vamos usar um exemplo: Quando alguém quer construir uma casa, ele busca uma estimativa de valor e pode obter essa estimativa de órgãos oficiais ou de profissionais experientes e de confiança.

Vou aprofundar um pouco na questão residencial que todos estão mais familiarizados e ficará facil entender sobre pistas depois.
Na construção residencial existem os valores médios por padrão baixo, normal e alto, as famosas “tabelas de custo unitário básico” (CUB), que são levantadas nacionalmente pelo SINAPI/IBGE, e as do Sindicato da construção civil, o Sinduscon, que é uma entidade com seu respectivo levantamento estadual.
Os mais curiosos, detalhistas perceberão que mesmo estas planilhas variam bastante entre si!
Outro detalhe é que além disso elas não consideram (ou seja, não estão computados valores de) diversos itens que são considerados “específicos” de cada obra…. mas que muitos ou a maioria dos clientes deverão gastar (com uma coisa ou com outra) quando forem construir a sua obra. São itens como por exemplo: as fundações (que variam muito de terreno para terreno), elevadores (que não estão em todas as obras, claro), equipamentos e instalações (fogões, aquecedores, bombas, exautores, ar condicionado, etc), obras complementares como urbanização (ruas, calçadas e iluminação em loteamentos novos), recreação (incluindo playgrouds e campos de esporte ou pistas de skate), ajardinamento, etc.
Ah, estão desconsiderados também: impostos, taxas e emolumentos cartoriais; projetos arquitetônicos, estruturais e de instalações !!! Além disso estão fora também as remunerações do construtor e/ou incorporador.

Ou seja: estimativa por metro quadrado é um valor bem básico (baixo mesmo) que leva muito em conta o cenário do nosso mercado: desprofissionalizado e com grande carência para atender as demandas da nossa sociedade… Quem pretende empreender com alguma qualidade deve possuir uma grande margem de segurança sobre estes valores ou corre o risco de não conseguir terminar, ou então até fazer algo mal feito…

Voltando agora para a construção de pistas:
Para pistas de skate não existem dados específicos e oficiais levantados de quanto custa para construir uma pista de skate, mas quando iniciei nesta área tive a sorte de poder conversar com uma pessoa da CBSK bastante envolvida com o assunto, tanto das pistas de competição como das obras feitas pelas prefeituras pelo país, então obtive informalmente um número referente à média de custo por m² no Brasil naquele ano. O tempo passou, mas mesmo assim aquele valor que obtive – com alguma atualização, calro – ainda condiz com a base de custo do que tenho gasto em minhas obras.

Esta estimativa representava aproximadamente 50% do íncice da construção civil residencial (*usando a base sem desoneração R8-N – do Sinduscon, comentado acima), que apresentou no último índice – enquanto escrevo este post – um valor de R$ 1.430,04 .

Ou seja é possível então trabalhar com uma estimativa, na data de setembro de 2019, de aproximadamente R$ 715,00 / metro² para construção de pistas.* Com esta base neste valor inicial além dos estudos sobre cada projeto – entre a modalidade pretendida, o espaço disponível, a localização da pista, as interferências apresentadas, entre outros – fazer um estudo de viabilidade bem embasado para sua obra. Contate-nos!

Atenção: *Estes dados estimativos não são oficiais e representam apenas uma percepção pessoal sobre um mercado. Qualquer utilização destas informações ocorrerá por conta e risco de quem o fizer, não acarretando em qualquer hipótese responsabilidade direta ou indireta do site e de seu autor por perdas, danos comerciais, financeiros e materiais que resultem de seu uso.

Outra coisa, como já comentado, estimativa e estudo de viabilidade não é orçamento! Um orçamento preciso só será possível com base num projeto executivo de arquitetura; levando em conta todos os custos diretos a partir dos quantitativo de materiais e de serviços a serem realizados, os custos diretos e indiretos da mão de obra, transporte e fornecimento de insumos, alimentação, encargos, tributos etc. Ou seja; uma enorme composição de preços e valores.

O orçamento de obra é uma atividade profissional bastante específica e tem uma importância enorme. Busque um profissional que consiga detalhar todos os custos e mostrar o quanto cada item representa para que possa tomar decisões e utilizar esse dinheiro com maior eficiência e tranquilidade.

Espero que este post ajude quem está precisando uma primeira aproximação de quanto custa para construir uma pista de skate. Tem uma demanda já mais elaborada? Consulte-nos!


Written By
More from Fabio Lanfer

09 – Coberturas – estrutura de madeira e telha cerâmica portuguesa

A cobertura da obra é uma etapa razoavelmente rápida. Depois de todo o...
Read More

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *