web
analytics

Ampliação residêncial no litoral Norte de São Paulo

on


Quando a família cresce e o imóvel precisa incorporar mais usuários, ou passará a ser utilizado para novas atividades, muitas vezes é necessária uma intervenção arquitetônica! Este projeto se deu praticamente como uma construção do zero, mas na verdade foi uma ampliação residencial no Litoral Norte de São Paulo. A casa que se vê à esquerda é existente, já toda a área ao fundo (edícula) e do jardim para a direita nas fotos é nova.

Anonimato projetual

Quando a construção já possui características marcantes, vai da sensibilidade do arquiteto em diminuir o impacto estético “autoral” de sua obra e integrar a nova parte edificada ao já existente, ou não, decidir talvez por contrastar com o anterior e marcar bem a passagem do tempo, na leitura de duas linguagens distintas.

Trata-se de um programa de necessidades pequeno, mas concebido desde o princípio “para dentro”, como um pátio cercado por alas (ou edificações) individuais mas que deveriam ter alguma unidade. Foi feita uma nova suíte (mais isolada), foi ampliada a área de lazer e construído um lavabo para ela (visíveis na foto acima). Na parte frontal do terreno foi construída uma garagem ou ‘salão’ com oficina (visível na foto abaixo), e no meio a piscina.

Esta “fusão de lotes” e novas construções só puderam ocorrer devido ao grande potencial da casa existente, que já supria bem a necessidade dos clientes, mas poderia ficar ainda melhor. A diferença temporal era “pequena”; a edificação original é da década de 80 e foi construída com método convencional de alvenaria maciça de tijolos aparentes, além de pequenas reformas posteriores que mantiveram a unidade estética.

A opção foi por sistemas usuais e de simples execução; estrutura de pilares e vigas em concreto armado (virado na obra), fundação direta e alvenaria de tijolos baianos com posterior revestimento das mesmas em “meio tijolo” aparente, compondo com o entorno. A obra foi sistematizada numa sequência de postagens no formato de blog neste link.

Sustentabilidade

Uma casa de veraneio tem infelizmente grandes impactos no uso do solo e na sazonalidade da ocupação, fator que traz questões urbanísticas importantes para as cidades litorâneas, principalmente pelo seu frágil e importante ecossistema. Ainda assim, parte dos problemas podem ser mitigados quando há uma preocupação com a sustentabilidade desde a construção até a vida útil da obra (e do imóvel), olhando para as questões econômicas, sociais e ambientais.

Neste projeto foram priorizados: Utilização de mão de obra e fornecedores de materiais locais. Ventilação e iluminação natural, evitando o uso de ar-condicionado (importantíssimo na construção de edículas que geralmente encostadas na divisa tem uma ventilação prejudicada). Neste caso fizemos um corredor de ventilação e posicionamos as janelas favorecendo a circulação de ar por pressão negativa exercida pela brisa que vem do mar). Previsão de sistema solar de aquecimento de água para os chuveiros e piscina (reforma com tubulação de espera – ver atualização no fim do post).

Por ser uma casa de praia, os acabamentos são rústicos e ‘simples’ mas pensados para compor ambientes com conforto e a menor necessidade possível de manutenção. Além do tijolo à vista, esquadrias pintadas de branco, porcelanato antiderrapante e pedra São Tomé na base de toda a área externa, protegendo o inferior das paredes.

O lavabo (acima) mescla tonalidades suaves; piso bege, azulejo claro, faixinha em pedra são tomé, e bancada de granito topázio. O desenho da bancada permite a abertura da porta e circulação confortável, mesmo com uma pia e torneira de tamanho médio. Ah, o detalhe da faixinha foi possível com a sobra do material do “barrado” externo que, assentado na diagonal, gerou refugo destes pequenos triângulos aqui reaproveitados.

Já o banheiro da suíte possui uma composição com pastilhas cerâmicas; uma faixa vertical atrás do vaso sanitário, detalhe na saia da bancada (de mármore travertino) e nichos para objetos (há um nicho no box também). Este tem a largura de 40,5cm, utilizando prateleiras de vidro padrão. Os azulejos são os mesmos; branco creme simples de 30x40cm).

O piso é o mesmo em toda a área construída nessa ampliação. É um porcelanato 46×46 indicado para áreas externas e internas (antiderrapante). Tem uma textura não tão escorregadia (lisa) nem tão aderente (rugosa); não oferece tanto perigo de escorregões mas também não suja tanto.

O ralo linear no box tem a vantagem (além da estética interessante) de simplificar caimento em apenas uma direção (principalmente nos pisos de maior formato). A desvantagem é a limpeza (acúmulo de cabelos) que pessoalmente considero mais chata. Os acessórios são comuns, acabamentos em branco e cromado.

Atualização – Reforma interna

Após mais alguns anos de uso da casa, os antigos banheiros já não faziam jus à qualidade da casa após a ampliação residencial desse imóvel no Litoral Norte de São Paulo, então me pediram um novo projeto e nova obra. O programa era a renovação de 4 banheiros (sendo um lavabo) em um mês. Abaixo algumas fotos do Antes x Depois.

Mais dados do projeto

Na seção “na mídia” do site, postei sobre a veiculação deste projeto numa revista especializada (manual do construtor). Neste outro link há uma animação antiga feita a partir da perspectiva eletrônica, numa fase mais inicial de projeto. E para finalizar, há também a série de posts da obra por etapa.

  • Local: Ubatuba, SP
  • Terreno: 783m²
  • Área construída: 270m² (130m² na obra de ampliação)
  • Data: 2009 ampliação / 2015 banheiros
  • Projeto e acompanhamento: Lanfer Arquitetura e Construções.

Artigo anteriorArquitetura em bambu
Próximo artigoSobre Arquitetura
Fabio Lanferhttp://www.lanfer.arq.br/
Arquiteto e Urbanista pelo Mackenzie (2008). Está sempre em busca de formas inovadoras e tecnologias mais sustentáveis para criar os seus projetos.

12 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Arquiteto e Urbanista pelo Mackenzie (2008). Está sempre em busca de formas inovadoras e tecnologias mais sustentáveis para criar os seus projetos.
378FãsCurtir
345SeguidoresSeguir
99InscritosInscrever