14 – Tijolo a vista na garagem e na edícula


Dividi os acabamentos em três postagens na série:

Acompanhamento de Obra – Residência no Litoral Norte de SP

As três partes são referentes aos:  
Espaço interno ” revestimento bruto” (post anterior),  externo “tijolo à vista” (neste post), e interno “fino” ou revestimento cerâmico (próximo post).

Na postagem anterior citei internamente o reboco das paredes e a colocação de esquadrias. Para o tijolos externamente ficarem bem apoiados acima delas é feita uma extensão da verga em concreto armado. Depois neste encontro dos materiais é feita uma faixa de cimento para o acabamento.

O tijolo à vista é um serviço que requer habilidade e paciência. Consome bastante material e tempo. O profissional contratado deve ser muito bom para que o serviço não fique com problemas aparentes (depois do serviço finalizado seriam muito difíceis de corrigir). Tivemos sorte. Nosso mestre de obras era polivalente; além de carpinteiro, azulejista, telhadista, e eletricista, também fez tijolo à vista impecavelmente.

 É possível utilizar o tijolo maciço para fazer a parede inteira (a casa original na foto abaixo é assim), porém, para maior conforto térmico utilizamos o tijolo furado “baiano” revestido com os maciços à vista cortados em meios tijolos para maior rendimento. Esta parede “dupla” juntamente com o sistema de ventilação natural pensado para o projeto (que suga o ar quente do ambiente pela brisa marinha) foi o que garantiu a qualidade da edícula para um dormitório.

Com a obra já na fase de acabamentos, o muro que dividia as propriedades foi finalmente derrubado. Abaixo, na parte frontal da casa: o muro (futuro canil), as rampas para carro e para pedestre, o batente do portão e o tiljolo à vista.

Para finalizar o acabamento externo: reboco atrás da parede de divisa, já no lado do vizinho (de fundos). Ele foi executado no mesmo sentido em que se retirou o andaime minimizando os transtornos.

Postagem número 15 sobre revestimentos cerâmicos aqui!

Continue acompanhando as próximas etapas!

 


Escrito por
More from Fabio Lanfer

10 motivos para não morar num condomínio clube horizontal e fechado

Sempre comemoro quando algum amigo ou colega arquiteto e urbanista realiza um...
Leia mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *